SMTP Gmail

Os serviços de e-mail têm muitas espécies de códigos referentes às suas funcionalidades e o SMTP é um deles, estando relacionado ao Gmail. Ele significa “Simple Mail Transfer Protocol”, ou seja, é uma espécie de protocolo para que as correspondências eletrônicas sejam mandadas.

O SMTP Gmail é como um radar: sempre que algum usuário encaminha um e-mail, ele vai se comunicar com o radar de quem vai receber. Além disso, esse código também é utilizado para que o sistema consiga guardar os e-mails e, com isso, o remetente recupere-as.

Apesar de essa função do Gmail ser tão essencial, não é uma surpresa que muitos dos internautas nunca tenham ouvido essa sigla. O motivo é simples: eles nunca precisam configurar o SMTP quando têm o aplicativo do Gmail ou quando usam o seu e-mail com o navegador.

Configurar SMTP Gmail

 

SMTP Gmail: quando os internautas vão usar essa configuração?

A configuração do Simple Mail Transfer Protocol é obrigatória no caso de os internautas usarem algum provedor diferente, ou seja, de terceiros. Se o acesso for assim, vai ser preciso configurar para o sistema de e-mail saber para onde as correspondências eletrônicas serão transferidas e também armazenadas.

O motivo para isso não ser necessário com o aplicativo ou com o navegador é que essas plataformas já têm a sua configuração automática. Sendo assim, a interferência do internauta é dispensável e mexer no SMTP nessa circunstância pode ser até prejudicial ao e-mail.

As configurações de transferência de e-mail podem servir até para que se façam scaneamentos ou uma impressão. Através dessa ação, podem-se mandar e-mails para serem impressos ou algum documento anexado.

 

SMTP Gmail (como configurar)

Os usuários vão até a caixa de entrada do seu e-mail e procuram por Configurações, que é indicado por uma engrenagem. Ali, eles têm de localizar a opção “Encaminhamento e POP/Imap”, clicando nela. Após, seleciona-se “instruções de configuração”. Na página seguinte, existirão algumas etapas e é a 2 que os internautas vão procurar: configurar cliente. É ali que os endereços de e-mail serão cadastrados.

Falando das impressões ou então dos scaneamentos a partir do SMTP, é preciso que determine o tipo de configuração, indicando-se o redirecionamento do G Suite. Após o usuário vai tentar fazer o encaminhamento da impressão: pode-se tentar por meio de um servidor que seja registrado, por exemplo, ou usando o admin console, que é a forma que o Gmail indica.

Falando dessa última forma, o internauta vai até o redirecionamento e adicionará o intervalo de IPs. Depois, ele vai determinar que o aparelho conecte-se à porta 25 ou à 587, podendo usar a 465 também.

GMAIL SMTP

 

SMTP Gmail: o que fazer quando essa configuração não é possível?

O Gmail tem alguns tópicos de ajuda para os usuários e é indicado que se procure algum tópico referente ao SMTP: escrevendo essa sigla na barra, podem aparecer artigos tutorias sobre ele. É recomendado que se treine esse redirecionamento com alguma conta de e-mail de menos importância, para evitar erros que prejudiquem o sistema do Gmail.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *